História

por Programa Interlegis — última modificação 24/04/2018 15h27
Textos sobre a história de Águas Formosas.

59611_109359085795153_8046217_n.jpg

Histórico

ÍNDIOS Machacalis foram os primitivos habitantes da região Pastoril de Nanuque onde hoje se situa o município de Águas Formosas. A partir de 1891, deu-se início a exploração do Vale do Pampã pelo homem branco. Entre 1890 e 1899, chegaram a região os primeiros moradores fugindo da seca do nordeste do país e em busca da planta medicinal Poaia, que abundava nas matas do desconhecido Vale do Pampã.

Atraídos pelo verde abundante e pela fertilidade de suas terras, fixaram-se as margens do Rio Pampã, iniciando a formação do povoado de Águas Belas. A pecuária serviu-lhes de atividade econômica e o artesanato de couro, madeira e ferro, supria-lhes as primeiras necessidades de instrumentos e conforto. Cresceu a comunidade, vindo a transformar-se no atual Município.

Por ter sido o primitivo núcleo fundado defronte à foz do Córrego Águas Belas, afluente esquerdo do Rio Pampã, tomou o povoado seu nome, alterado posteriormente para Águas Formosas.

Gentílico: aguasformosense

Formação administrativa

Distrito criado com a denominação de São José do Pampan, pela lei provincial nº 556, de 30-08-1911, subordinado ao município de Teofilo Otoni.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de São José do Pampan, figura no município de Teofilo Otoni.

Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o distrito aparece com a denominação de Pampan, figura no município de Teofilo Otoni.

Pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923, o distrito de Pampan passou a chamar-se Águas Belas.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Águas Belas (ex-Pampan), figura no município de Teofilo Otoni.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto estadual nº 88, de 30-03-1938, o distrito de Águas Belas passou a denominar-se São José das Águas Belas.

Elevado à categoria de município com a denominação de Águas Belas, pela lei estadual nº 148, de 17-12-1938, desmembrado de Teofilo Otoni. Sede no atual distrito de Águas Belas ex-São José das Águas Belas. Constituído de 5 distritos: Águas Belas, Norte, Pampã, Rio Negro e Umburanas. Todos estes distritos criados pela esta lei acima citado. Não temos a data de instalação.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 5 distritos: Águas Belas, Norte, Pampã, Rio Negro e Umburanas.

Pelo decreto estadual nº 1058, de 31-12-1943, o município de Águas Belas passou a denominar-se Águas Formosas o distrito de Rio Negro a chamar-se Crisólita e Umburanas a denominar-se Umburatiba.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 5 distritos: Águas Formosas (ex-Águas Belas), Crisólita (ex-Rio Negro), Norte, Pampã e Umburitaba (ex-Umburanas).

Pela lei estadual nº 1039, de 12-12-1953, desmembra do município de Águas Formosas o distrito de Norte. Elevado à categoria de município de Machacalis.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 4 distritos: Águas Formosas, Crisólita, Pampa e Umburitaba.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual nº 2764, de 30-12-1962, desmembra do município de Águas Formosas os distritos de Pampa e Umburatiba, ambos elevados à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Águas Formosas e Crisólita.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1993.Pela lei estadual nº 12030, de 21-12-1995, desmembra do município de Águas Formosas o distrito de Crisólita. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1995, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2003.

Pela lei nº 1070, de 15-10-2001, é criado o distrito de Água Quente e anexado ao município de Águas Formosas.

Em divisão territorial datada de 2005, o município é constituído de 2 distritos: Águas Formosas e Águas Quentes.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alterações toponímicas distritais

São José do Pampan para simplesmente Paman, em 1-IX-1920.

Pampan para Águas Belas alterado, pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923.

Águas Belas para São José das Águas Belas alterado, pelo decreto estadual nº 88, de 30-03-1938.

São José das Águas Belas para Águas Belas alterado, pela lei estadual n° 148,de 17-12-1938.

Alteração toponímica municipal

Águas Belas para Águas Formosas alterado, pelo decreto-lei estadual nº 1058, 31-12-1943.

Fonte: IBGE

 

Águas Formosas, localizada bem no Nordeste de Minas Gerais, no Vale do Mucuri, a 615 km de Belo Horizonte, capital mineira, possui uma área de 817,73 km2 e uma altitude de 200m, com as coordenadas de 17° 4’ 15” de latitude sul e 40° 56’ 30” de longitude oeste (LW), composto pelo Distrito de Água Quente.

É historicamente certo que em 1891, muita gente, castigada pela seca, vinda de Salinas, Itinga, Rio Pardo, Condeúba e outros arredores, adentrou-se nas matas auxiliadas pelo clima tropical, arrancando dos seus recantos, as raízes medicinais da poaia ou ipecacuanha para comercializar. A bravura dos poaieiros vivia tragicamente as necessidades primárias da vida racionada acerca dos elementos disponíveis para a sua sobrevivência, já que os produtos agrícolas não possuíam valor comercial.

Evidentemente, o mais importante na fase histórica datada de dezembro de 1.915, foi a solidariedade, a união de todos aqueles moradores das matas, roças, que resolveram unir a CESÁRIO MATIAS DE ALMEIDA e fundar Águas Belas, hoje Águas Formosas. Era um pequeno comércio movimentado, hospitaleiro, famoso por suas festas religiosas.

Em 1.917 era Distrito de Filadélfia, hoje Teófilo Otoni, e, somente em 17/12/1938, elevou-se a categoria de cidade. Águas Belas, mudando de nome, posteriormente, em 31.12.1943, definitivamente para Águas Formosas.

Limita-se ao norte com Joaima e Fronteira dos Vales; ao sul com Crisólita; ao leste com Machacalis e Umburatiba e ao oeste com Novo Oriente de Minas.

Águas Belas que, mal aparecia nos mapas, como um lugar longínquo, povoado encravado no meio da floresta tropical, com um humilde perfil, poucas casas, uma única rua, estradas mal traçadas onde os burros transportavam gente e mercadorias, fez brotar o corajoso, destemido e honesto espírito político dos homens que aqui viviam. E, de 1939 a 1941, surge o primeiro prefeito designado de Águas Belas, DR SEBASTIÃO BRITO DE FIGUEIREDO, em pleno governo federal Vargas e estadual, Benedito Valadares.

De julho de 1941 a julho de 1945 exerceu o mandato executivo d Dr. Josino Abrantes, período turbulento em todo o Brasil e, em especial, para as carentes cidades interioranas, pois os reflexos da 2ª guerra mundial eram visivelmente transparentes. 

Na escala cronológica surge o terceiro prefeito, Olinto Medrado. As agitações políticas no Brasil e no mundo eram efervescentes, diminuindo assim o bom sendo dos homens políticos.

No período de 1947 a 1948 surgem na história de Águas Formosas três prefeitos que rapidamente deixaram registrados seus nomes, sendo eles, Dr. Pedro Farias Figueiredo, Dr. José Alfredo da Silva Freire e Osvaldo de Oliveira Luz. Este Período, denominado de Mandato Tampão, por ter sido uma fase preparatória para as eleições de 1.945 e 1947, teve como objetivo a desarticulação da máquina política montada pelo governo ditatorial anterior no espaço de 15 anos.

Em Janeiro de 1948 surge o primeiro prefeito constitucional  DIVALDO TRANCOSO VIANA que devido a sua saúde precária e inabilidade política levaram-no à renúncia, assumindo o mandato o Presidente da Câmara, o Sr. Joaquim Rocha que governou de 20/02/1950 a 30/01/1951. 

Surge a força do coronelismo em Águas Formosas e cidades vizinhas. Esperançosos e confiantes, o povo respirava a paz fundamentada no poder e justiça do CORONEL JOSÉ QUARESMA DA COSTA a partir de 31/01/1951 até 31/01/1955. Desenvolveu vários projetos como estrada, pontes, ligou Águas Formosas a Teófilo Otoni através de Pavão, construiu o Fórum local, tendo a glória de instalar a comarca no dia 16/07/1952 e, com nobre propósito, trouxe o primeiro Juiz de Direito. Construiu uma pista de pouso e inaugurou a rede telegráfica. Foram projetos que exigiram sacrifício pessoal e uso de recursos financeiros próprios para realizá-los.

Na gestão do Sr. Jaime Moreira de Almeida, datada de 1.955 a 1959, Águas Formosas apresentava as mesmas característica físicas de seis anos atrás. Eleito pelo Partido Social Democrático (PSD) ele assegurou ao município paz e harmonia, iniciando a construção da barragem da beleza.

Em Janeiro de 1957 reassume como Prefeito o Sr. José Quaresma da Costa, permanecendo no poder até 02/04/1962. Encorajado pelo poder econômico e pelo progressista mandato anterior, amedrontava qualquer adversário nas urnas. Foram muitas as suas realizações, como a reedificação do mercado; a construção do Ginásio Prefeito José Quaresma da Costa, o primeiro da região; instalação do cinema para atender os apelos da juventude, dentre outro.